crea-sp

Candidato a Presidência
CREA-SP 2020

Saiba Mais

José Manoel Ferreira Gonçalves

ENGENHEIRO CIVIL, ESCRITOR, FUNÇÃO SOCIAL

A relação de José Manoel com os trens deriva inicialmente da sua relação com o meio ambiente e de sua luta abnegada pela causa, que incluiu sua participação inclusive em fóruns internacionais promovidos pela ONU.

No bojo do ambientalíssimo José Manoel passou a estudar as emissões de gás de efeito estufa no transporte. Sua tese de doutoramento explora as emissões do transporte como um todo e especificamente as emissões decorrentes do transporte de açúcar e contêineres ao Porto de Santos.

Mantenedor da ONG SOS-Planeta há vários anos, em 2013 fundou e passou a manter também a ONG FerroFrente que, sob sua presidência, tem tido ações em várias frentes, desde palestras universitárias, divulgação do tema na Internet, criação e publicação de vídeos de conscientização, reuniões com a área governamental (inclusive em nível ministerial) e entidades representativas, como a FIESP, o SECOVI e a OAB, à qual é filiado.

ESPECIALISTA EM INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES E MOBILIDADE URBANA

Além da especialidade específica em ferrovias, ao longo de sua formação acadêmica, bem como da participação de fóruns nacionais e internacionais e formação profissional propriamente dita, José Manoel especializou-se no tema de mobilidade urbana, tanto no aspecto técnico, de caráter de engenharia de trânsito, quanto no aspecto social e ambiental, mas especificamente no tangente às emissões de gases de efeito estufa e demais gases poluentes danosos à saúde do usuário das vias públicas, seja o pedestre, ciclista ou aquele que usa o transporte público e/ou particular motorizado.

Sobre o tema José Manoel teve oportunidade de discorrer tanto na literatura que produziu quanto em entrevistas e/ou colunas para a imprensa.

PROFESSOR UNIVERSITÁRIO

Professor universitário de longa data, tendo inclusive sido diretor de dois campi universitários, no momento José Manoel coordena um curso de pós-graduação voltado à infraestrutura em geral e à infraestrutura ferroviária em específico.

O Dr. José Manoel estuda casos de orientação de Mestrado e Doutorado, entre em contato pelo e-mail da FerroFrente.

PALESTRANTE

Desde a década de 1980 José Manoel vem desenvolvendo a atividade de palestrante, seja no meio acadêmico onde, por convite, fala a variadas plateias, mais fulcralmente a plateias de engenharia, seja em entidades outras, nas várias regiões do imenso Brasil.

ARTICULISTA

São vários os meios que têm recebido e publicado artigos sobre infraestrutura, logística, ferrovias, política, mobilidade urbana, portos, entre outros, produzidos pelo Doutor José Manoel. São artigos que têm sido replicados na internet, notadamente nas redes sociais.

ESCRITOR

José Manoel tem trabalhado em várias frentes, sendo a escrita de livros uma das que merecem maior destaque.

Últimas do Blog

NOVO MARCO FERROVIÁRIO ESTÁ À DERIVA

*José Manoel Ferreira Gonçalves Uma das muitas iniciativas improvisadas e inconsequentes do governo Bolsonaro, o novo marco ferroviário está sem rumo no Congresso. De forma irresponsável, o Senado fez aprovar em outubro a proposta contida…

O Brasil precisa de uma correção de rumo urgente na questão ambiental

*José Manoel Ferreira Gonçalves A Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP 26, se encerrou em Glasgow com importantes resoluções. Para o Brasil, o recado foi bem contundente: o país não pode mais continuar…

Enquanto o Brasil patina, Europa avança na integração ferroviária do continente

Por José Manoel Ferreira Gonçalves Enquanto o Brasil aponta para o retrocesso na política pública para suas ferrovias, com a assunção do modelo de autorização em vez da abertura de concorrências públicas, a Europa dá exemplo de…

COP26 e a importância da Engenharia

José Manoel Ferreira Gonçalves A próxima Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP 26, começa no próximo dia 31 de outubro, na Escócia, com uma série de temas a serem elucidados. Conciliar o desenvolvimento…

FerroFrente solicita audiências públicas para ajustar marco das ferrovias

Aprovado recentemente pelo Senado, o projeto agora vai à Câmara dos Deputados com críticas a pontos polêmicos, como a reserva de capacidade em projetos ferroviários e o direito de passagem O Plenário do Senado aprovou, no dia 5 de outubro…

Derrapada irresponsável do Senado no marco das ferrovias

Foi um duro golpe para quem defende o resgate do sistema ferroviário nacional. No último dia 5 de outubro, 33 anos após a histórica sessão que trouxe à luz o atual texto constitucional, o Senado aprovou o projeto de lei que ficou conhecido…

Depoimentos

Pela volta das ferrovias! Belo trabalho do Professor Doutor em engenharia e Presidente da FerroFrente. José Manoel Ferreira Gonçalves, precisamos demais de pessoas como você #ferrofrente#voltaferrovias

Camila Bueno

Parabéns José Manoel ! Vamos que vamos !!!!
Abraços Lavínia

Lavínia Martins Aire

Que maravilha!!!!!!
Parabéns, José Manoel!!!!!
Marília voltar a ter trens vai ser sensacional!!!!!
Viajava, quando adolescente, de Marília para São Paulo!
Viagens inesquecíveis!!!!
Vamos voltar a colocar o nosso país, todinho, Nos Trilhos!!!!

Vera Guimarães

Grande José Manoel, acompanho sua trajetória já faz um bom tempo, e quero muito lhe agradecer por estar sempre em defesa de nossos trilhos brasileiros. Um grande abraço!

John Smith

Parabéns Doutor José Manoel, obrigado por fazer parte da construção do ser humano que me tornei hoje, suas palestras são incríveis

Bruno Sharezir

Parabéns pelo livro Despoluindo sobre Trilhos. Estou assistindo a reportagem do professor no canal CNU

Sandra C.

Congratulo pela iniciativa e pelos apoios de Organizações do Setor e podes contar com o Apoio do ITS Latin America ao qual retransmitirei a realização da Audiência Pública aos ITS Europa e ITS America.

Desde de já me coloco a disposição para lhe acompanhar ao Evento e se necessário também expressar a importância dos caminhos de ferros no Eco Sistema de transportes, que iram dar a competitividade necessária para o crescimento do País atreves da mobilidade de bens e pessoas.

Walter Marinho